loader

VEJA COMO INICIAR O MARKETING DE CONTEÚDO PARTINDO DO ZERO!

Já estamos em fevereiro e é hora de iniciar nossa estratégia de Marketing de Conteúdo!

Veja como realizar passos simples e fundamentais para construir sua presença na web com competência segundo as últimas tendências.

Essa é uma matéria um pouco mais longa… Então senta, pega um café, e boa leitura! 😉

Você decidiu que não pode ficar fora da internet. Mas o que fazer para aproveitar essa ferramenta que traz uma onda de inovações e tecnologia que está mudando tudo que se faz nos últimos tempos?

A resposta é simples: uma marca para alcançar seu público tem de ter uma presença expressiva na web. A tendência clara e certa para isso é o marketing de conteúdo. Você como gestor quer saber como iniciar essa estratégia de um modo claro, planejado, naturalmente.

Vamos falar como construir uma “máquina” de conteúdo para sua marca. A melhor maneira de começar é contratar uma agência para ajudar a desenvolver um plano de marketing de conteúdo e presença na web em 90 dias a partir do zero.

Feito por você ou por uma agência, o caminho provável para obter o mais elevado desempenho é construir estratégia para esse campo que tem revolucionado o marketing digital. O importante é montar a história do seu negócio e criar boas experiências para o seu público-alvo. A estratégia inclui táticas de conteúdo para, site, Facebook, Twitter, Youtube, G+, e-mails, Linkedin, prevendo verba para anúncios patrocinados, boletim regular , geração de oportunidades de negócios com páginas de captura, desenvolvimento de funil de vendas, otimização de busca orgânica, etc.

O plano de marketing prevê geração e distribuição de conteúdo nesses canais. Tudo deve ser pensado em função do seu público-alvo. Feito o plano. Tem de botar a mão na massa. A produção textual tem de ser pensada no formato online. Texto curto, objetivo e chamativo. Esse texto deve conter elementos que promovam a indexação do conteúdo, fazendo que ele seja encontrado facilmente pelas máquinas dos sites de busca. Quando essa indexação se torna costume de seu marketing, logo sua marca estará aparecendo nas páginas de buscas, como o Google, por exemplo. Esse texto cresceu muito de especialização puxado pela comunicação de marketing na web que se desenvolve em grande velocidade. Só nesse aspecto você já toca um dos canais de mais força do mundo. Quando uma marca surge facilmente nas buscas, a demanda por seus produtos e serviços pode mudar totalmente o rumo dos seus negócios. A esse posicionamento nos sites de buscas chama-se rankeamento, que tem sido um dos fatores mais disputados no marketing de conteúdo. Seus canais precisam de conteúdo. Ele pode ser próprio, que é a mais trabalhada opção, mas que traz os melhores resultados. Mas, ainda que você compartilhe conteúdo criado por terceiro, terá estabelecer uma curadoria para o que vai para o ar em nome de sua marca, a partir de sua rede multicanal. Os artigos, notícias, manchetes e chamadas para a ação têm de ser trabalhados com cuidado, pois são dirigidos para gerar negócios, ou seja, são iscas digitais. Sempre lembrando que tudo deve ser de relevância para quem você se dirige, ao contar a história você entrega informação de utilidade para as pessoas, porque já descobriu o que elas estão à procura.

O grande blog HubSpot afirma que seu conteúdo pode gerar até 94% a mais de visualizações se você incluir elementos visuais atraentes e gráficos. Mas, isso não pode ser feito de qualquer jeito, juntando algumas fotos ou mensagens de mídia social. Se assim for, é um desastre. Melhor nem começar. Seu conteúdo visual merece uma elaboração de um curador profissional. As pessoas irão criar juízo de valor sobre sua marca baseado nessas fotos que falam antes das palavras. Serão as primeiras impressões, as mais memoráveis.

Qual é a imagem de sua marca? Isso deve ser bem pensado, pois irá compor seu perfil, como inovador, conservador, ou de vanguarda, enfim, a imagem, antes do texto já irá falar. O visual faz isso para você em um flash de olhos daqueles que você deseja atrair para sua clientela.

Os elementos visuais estão entregando chaves sensoriais para seu público, e ele pensará nela desse modo, antes mesmo de ter qualquer pensamento elaborado. Como se costuma dizer, muitas vezes o público não sabe, mas ele sente exatamente o que é que ele vê. E isso é um grande salto na construção do conceito de sua marca, a imagem dela, a base onde é constituída sua presença online. Essas imagens devem ser verdadeiras, sensíveis e relevantes. Sem essas três qualidades o conteúdo visual não construirá nada sólido para sua marca, serão “tiros n´água”. As pessoas percebem uma presença falseada, dizendo algo que não é. Vemos isso aos montes todos os dias, com negócios e pessoas. Essa empulhação acaba por ser um grande obstáculo para atrair pessoas. Na verdade gera rejeição. Procure montar a personalidade de sua marca, procurando cores, desenhos, para revelar como você quer mostrar sua marca e seu produto, calorosa, amigável, elegante, moderna, útil, etc.

No marketing de conteúdo você não deve ser muito propagandista. O conteúdo fará isso de uma forma muito competente para você. Crie experiências interessantes, mirando na conscientização sobre os valores de sua marca, e você verá um retorno espantoso. Como você pensa seu marketing de conteúdo, gostaria imensamente de saber sua opinião, deixe seu comentário.

Estaremos sempre aqui para ajudar a você encontrar o caminho para seu negócio – Leway!