loader

O DIGITAL AMEAÇA O JORNALISMO?

O jornalismo de qualidade é apenas um clique de distância, e a um preço com desconto.

Nossos hábitos de leitura mudaram radicalmente com o advento das tecnologias digitais. E tem a grande chave que girou, abrindo para qualquer pessoa, com ou sem grandes conhecimentos, escrever e ter suas histórias distribuídas pelo mundo afora, como nunca dantes havia sido feito. Por isso mesmo que tem bastante barulho por nada em meio a tanta informação solta no ar. Claro, têm bons artigos feitos por não profissionais, como também peças deficitárias de qualidade ou de informação feitas por profissionais. Assim é o mundo.

O profissional de jornalismo agora deve desenvolver suas habilidades como jornalista, pesquisador, copywriter, ter o hábito de gravar as histórias que encontra a todo instante, é quase indispensável que você domine narrativa visual. A verdade é que o digital trouxe uma rápida mudança do jornalista profissional. Se você tem curiosidade natural, está interessado no mundo ao seu redor, você logo se apaixona pelas novas possibilidades do jornalismo digital.

Todos falam que a era digital tem complicado jornalismo. Para começar, a tecnologia traz muitos dados numa quantidade escalada sobre mais pessoas. Assim, você deve desenvolver uma nova atitude para lidar com essa inflação de dados. Por que as pessoas se preocupam sobre a obtenção de likes? O que os jovens estão usando no social digital? E uma infinidade de perguntas que pode surgir para compor uma pauta ou um insight. É o ser humano e suas narrativas, pelas lentes das novas comunicações.

Esse novo caminho para a criação de conteúdo escrito é resposta à crescente demanda das organizações de notícias digitais para jornalistas multimídia, produtores interativos e jornalistas de dados que podem produzir o que o consumidor desses tempos digitais está procurando. Alguém já disse: “Há um ponto de convergência entre tecnologia e jornalismo e jornalismo digital  que representa um desses pontos em que o futuro da tomada de notícias e divulgação repousa.”

O crescimento da publicação digital mudou o foco de qualidade a partir da idéia do conteúdo e do tamanho conveniente, com design minimalista e belas imagens. A qualidade das publicações cresceu tanto a ponto de desenvolver preguiça, devido à comodidade que elas oferecem e as vezes cai no conteúdo superficial, mas isso é já desvio de mercado por excesso de demanda. A produção é farta e o preço é extremamente barato, comparado ao preço da mídia tradicional.

Imagine que o leitor tem a maior biblioteca já imaginada numa caixinha mágica chamada smartphone, isso realmente não é pouca coisa. Uma publicação deve ser apaixonadamente entregue com profundidade e análise factual do que está acontecendo no mundo. Deve deixar um sentimento mais rico e motivar o crescimento e auto-desenvolvimento. Não temos mais desculpas para permanecer na ignorância. A tecnologia oferece para o jornalismo atuar como uma plataforma interativa, onde os usuários estão no controle de sua experiência de leitura.