loader

5 DICAS MORTAIS PARA AUMENTAR AS TAXAS DE ABERTURA DE E-MAIL

Pequenos detalhes fazem a obra prima, como se costuma dizer nas artes, e em e-mail marketing isso é bem verdade.

e-mail marketing   

E-mail marketing tem sido a grande solução de venda direta, mas todos nós sabemos que nossas caixas de entrada estão com grande bagunça diária, provocada pela a invasão de promoções. O tempo de atenção para abertura de e-mails está ficando cada vez mais sacrificado, e cada vez mais as pessoas gastam menos tempo no e-mail irrelevante. Isso nos causa desconforto, porque temos que limpar o lixo diariamente. É preciso separar o que tem valor do lixo que tem de ser retirado. O desafio dos profissionais de marketing agora é fazer com que suas mensagens sejam confiáveis e consistentes. Aqui estão simplesmente cinco dicas básicas que vão ajudar os leitores a aceitarem sua mensagem como válida, e considerar como algo de valor real.

  1. Use um e-mail reconhecível ao destinatário

A maioria das pessoas abrem e-mails por causa do remetente. É aí o primeiro teste para excluir ou abrir as suas mensagens. Elas pessoas estão com as caixas de entrada abarrotadas de spams, para aqueles que têm qualquer frisson com tecnologia essa é uma grande barreira de cultivar as comunicações. O campo onde vai o nome do remetente é a primeira coisa que a pessoa lê do seu e-mail. É importante que elas confiem no remetente. Pense nas suas opções de e-mails e escolha aquele que soa mais confiante ao segmento que você mira. Se possível se apresente no início da campanha, isso pode cativar as pessoas, e você realmente não será mais um desconhecido. Um nome próprio soa melhor que o endereço corporativo.

email marketing

  1. Faça assunto otimizado e cativante?

Na verdade, a linha do assunto é o seu primeiro call-to-action em email. Você irá aumentar a probabilidade de que sua mensagem seja aberta de acordo com a engenhosidade do CTA. Não escreva o assunto de última hora. Pense num diálogo que faça sentido, portanto leve em conta o conteúdo anterior, imagens, texto e outros fatores quando a elaboração de uma linha de assunto relevante, interessante e envolvente. Tem a solução da moda que é misturar uma expressão coloquial vivaz com o objetivo da mensagem, tipo, “Fique de cara com a insanidade da nossa oferta”, ou use números como “Aumente 50% de suas vendas”, pode também usar a urgência, “Começaram as vendas a crédito”. Ou seja, capriche no assunto como se fosse uma CTA. O assunto funciona também como título, por isso crie o texto do assunto coerente com a mensagem no todo, do contrário o destinatário pode sentir-se manipulado, gerando uma mortal rejeição pelo remetente. É bom que a mensagem seja pessoal, mas não tão pessoal. Usar as palavras como “você” ou “seu”, é bom porque faz conexão com o outro sem maiores aproximações, mas mostra que há uma pessoa real enviando o e-mail. Evite, por favor, incluir o nome do destinatário na linha de assunto, é a maior bandeira de que a mensagem é um spam. Pense, a internet é um mercado de conhecimento, logo, seu conhecimento tem valor. Por isso é uma personalização benéfica quando o assunto é “Conheça nosso newsletter”. Detalhe: evite abusar das maiúsculas e sinais de interrogação ou exclamação, não ajuda em nada só atrapalha. Última coisa, não faça um texto longo porque ninguém vai ler, levando em conta que a maioria dos serviços corta a escrita num limite de poucos caracteres.

  1. Crie o conteúdo adequado para cada segmento?

Seja relevante em cada mensagem. Quando for enviar um e-mail veja se ele se conecta com os anseios do seu target. Trabalhe encima de resultados de pesquisas que mostram os desejos de quem recebe. Onde você fez sua lista, no blog, em evento, em vendas, etc, é a pista mais completa do que é relevante para o seu destinatário. Essa mensagem deve ser segmentada a partir dos dados atualizados. Por exemplo, você enviar um texto de apresentação de um produto ou serviço para alguém que já comprou o produto é algo que simplesmente não pode acontecer. Olhe seus dados, segmente suas campanhas para que o target receba a mensagem certa. Se sua campanha não está entregando valor ao destinatário certo, algo está errado.

  1. Personalize sua mensagem.

Personalizar o conteúdo não é apenas colocar o nome do destinatário no início do texto. Nós percebemos as mensagens onde o conteúdo parece ter sido escrito por um indivíduo: uma mensagem do editor, por exemplo, é algo que tem de ter sua marca pessoal, o que é diferente de convite massivo para participar de um evento. O modo pessoal e a assinatura do nome da pessoa é o seu sinal, especialmente no marketing de conteúdo.

  1. Estimule a comunicação de duas mãos através de um e-mail personalizado?

Muitos e-mails que recebemos é um reclame à moda antiga, “compre isso” ou “faça aquilo”. No marketing de relacionamento funciona mais quando você diz, “o que você acha disso”, e realmente estimula a resposta. Na antiga publicidade corporativa você envia um reclame e pronto, entre em contato com nossos canais de vendas. Não é para ser mais assim na comunicação interativa. Você deve ter um relacionamento em vários estágios que seu conteúdo poderá organizar, se ele for organizado, mas conversando com o cliente sua comunicação dá saltos em relação ao modo antigo.

email

Um grande abraço, sempre dizendo que a inteligência coletiva é mais brilhante, por isso deixe seu comentário sobre esse assunto.